image-title

Encerrando as atividades do Design Para Vida em 2018, estaremos realizando a Edição Especial Happy Hour, do Ciclo de Ideias Design Para Vida, organizado em parceria com a Rede+, após a realização de seis edições no segundo semestre deste ano, o calendário do Ciclo, recebeu convidados como Ailton Cardoso Jr, Advogado e Procurador do Estado da Bahia, Volney Fernandes, Engenheiro Agrônomo, Caroline Leão, Neuropsicopedagoga, a pós-doutora em design e arquitetura Suzi Mariño e para encerrar e celebrar o lindo ano de 2018 estaremos realizando esta edição especial na Barra com a participação do Administrador, líder do ecossistema empreendedor, Fundador e CEO da Rede+, Líder da Anjos do Brasil na Bahia e Mentor de Startups Rodrigo Paolilo e do nosso fundador e designer Anderson Falcão. O Ciclo de Ideias Design Para Vida se propõe a refletir sobre potencial do design como um catalisador de mudanças, além de preparar para a Conferência Design Para Vida, Edição 2019, que irá reunir durante três dias, no Rio de Janeiro, vozes do design, pensadores, criativos, transformadores e visionários do Brasil e do mundo. Este encontro para o Ciclo serão na unidade REDE+ BARRA, com acesso livre, por meio de inscrições.

O evento é gratuito, acontece na Rede+ Barra, Av. Sete de Setembro, 3959, Barra, Salvador, Bahia (Atrás do Restaurante Pereira)

Leia Mais
image-title

Encerrando as atividades do Design para vida este ano, no dia 13/12 (quinta-feira), às 19H, o  Ciclo de Ideias do Design Para Vida, 2018 recebe a Doutora Suzi Maria Carvalho Mariño, Pós-Doutorado em Design pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 2007; Doutorado e Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo em 2005 e 2000 respectivamente. Pós-Graduada em Metodologia do Ensino Superior em 1991, em Design de Produtos em 2002 e em Atividade Física e Saúde em 2004. Atualmente é avaliadora do Sistema Nacional de Avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, consultora “ad hoc” da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia – FAPESB, do Ministério da Educação e Cultura – MEC e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq. Foi presidente da Associação de Ensino Pesquisa de Nível Superior de Design do Brasil – AEnD-BR no triênio 2002/2005 e membro da Comissão Assessora de Avaliação da Área de Design – ENADE, do INEP/MEC no período de 2006 a 2015. Professora de Ikebana (Arte oriental) da Fundação Mokiti Okada; Professora Titular aposentada da Universidade do Estado da Bahia e Professora Associada da Universidade Federal da Bahia. Professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais – PPGAV da Escola de Belas Artes da UFBA. Professora de Ergonomia e Metodologia Cientifica em Pós-Graduações em Medicina do Trabalho, Enfermagem do Trabalho e Engenharia de Segurança. Professora de Ergonomia, Metodologia do Projeto em Design e Metodologia Cientifica em Pós-Graduações de Design Estratégico, de Moda, Produto e Interiores. Atua na área de Design, com ênfase em Ergonomia e Design Emocional. Em suas atividades profissionais interagiu com mais de 29 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Tem dedicado suas pesquisas à processos criativos no desenvolvimento de produtos de design focando questões emocionais, além dos requisitos ergonômico, técnicos e estético buscando entender como produtos e/ou marcas despertam emoções positivas ou negativas em seus usuários. 

O evento é gratuito, acontece na Rede+ Tancredo Neves, no Edifício Suarez Trade, nº 450, 11º andar.

Leia Mais
image-title

Linha do tempo digital sobre o movimento Esdi Aberta e a crise da UERJ em 2017

Em 2017 a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) , que é financiada pelo Governo do Estado, sofreu, de modo árduo e inédito, com a ausência de condições mínimas para manter suas atividades regulares. O atraso no pagamento de bolsas de estudo e do salário de professores e técnicos, além da subtração de verbas destinadas à manutenção e à infraestrutura, culminaram em greves, períodos de suspensão das atividades letivas, instabilidade e incerteza. A Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi), que consiste em uma unidade acadêmica da UERJ, foi diretamente impactada.

Frente à crise da UERJ – e, portanto, da Esdi – alunos, ex-alunos, professores, servidores e voluntários se dedicaram a articular modos de manter a escola ativa. Ao longo do ano de 2017, em um movimento denominado Esdi Aberta, foram experimentadas alternativas de gestão, ensino e troca de conhecimento ante à instabilidade e aos desafios que surgiam com frequência.

A dissertação de mestrado de Juliana Paolucci – defendida na Esdi em 2018, orientada por Zoy Anastassakis e coorientada por Marcos Martins – teve como tema o movimento Esdi Aberta. A partir dos insumos obtidos na pesquisa de campo, e seguindo o objetivo de documentação e publicação do movimento, foi construído o mapeamento Esdi Aberta 2017: uma linha do tempo digital que apresenta acontecimentos e atividades desenvolvidas na escola no referido ano, independentemente da grade curricular oficial. Constam também os principais marcos quanto à crise financeiro-administrativa do Estado do Rio de Janeiro e a crise da UERJ. Deste modo, visa-se registrar e divulgar como foram ensaiados meios coletivos de (r)existência da Esdi em um momento no qual a existência da escola foi posta à prova.

Acesse o mapeamento Esdi Aberta 2017 aqui:
https://esdiaberta2017.wixsite.com/linhadotempo

Fonte: ESDI

Leia Mais
image-title

exploração pura – procura de sinais, de elementos – novas conexões

Em 2017 iniciamos um projeto de parceria entre o Instituto Leo e o Núcleo Exploratório do IED Brasil, a ideia era levar mais design para o curso do Leo Educa. A experiência foi muito boa, conseguimos envolver a empresa Eucatex e nos propusemos pensar uma nova geração de móveis de produção industrial, móveis multifuncionais para espaços reduzidos. Para atender a nova demanda de “habitação social”, espaços de até 30m2 em prédios de mais de 100 unidades, voltadas exclusivamente para aluguel.

O briefing é um primeiro e grande desafio, e logo entendimos que pensar em mudanças e uma constante da historia da sociedade, nos propusemos uma situação ideal. Pensar o mobiliário residencial das próximas décadas. Para isto, decidimos olhar o que aconteceu nos últimos 100 anos. O exercício foi muito muito inspirador e o apresentamos em forma de uma exposição, que é, ao mesmo tempo, uma provocação e uma homenagem, hackeando os mestres do passado em busca de respostas, a partir da abordagem do design.

Qual a etapa anterior à descoberta?, partimos deste questionamento. E descobrimos que a resposta é a exploração pura, a procura de sinais, de elementos, que conectados com as ideias de cada um de nós, disparem novas formas de desenhar e produzir móveis.

Essa pesquisa exploratória recusa as respostas prontas, as falsas tendências, as certezas de prateleira, para investigar, identificar, diagnosticar, desenvolver, prototipar, testar, corrigir e finalmente lançar uma coleção de mobiliário que tire proveito de todas as características físicas do material utilizado, incorporando inovação tecnológica na produção em grandes series, democratização do design e possibilitando ao usuário a customização da criação e uso do móvel em seus espaços de habitação.|

link do relatório hibridos hack

Christian Ullmann
Coordenador de projetos
Centro de Inovação do IED Brasil

Fonte: iT Projetos

Leia Mais
image-title

Dia 25/10, às 19H, o Ciclo de Ideias do Desing Para Vida, 2018 recebe o Designer, Fundador do Design para Vida Anderson Falcão para o bate-papo do mês de outubro com o tema “Design para Vida. Design, Educação Desenvolvimento“. baiano, designer por descendência, vocação e formação. Formado em Comunicação Social, é mestrando em Artes Visuais/Design pela EBA-Escola de Belas Artes da UFBA – Universidade Federal da Bahia. Atua no planejamento de projetos e consultorias estratégicas em inovação e design com foco no desenvolvimento. Seu trabalho é reflexo dos mais de 25 anos de atuação, dedicandos ao pensamento crítico do design e seu potencial de transformação. Nos últimos anos tem priorizado projetos que tenham em seu dna o propósito de gerar impactos positivos para a sociedade.

“Acredito no valor do design e, fundamentalmente, no que ele representa em sua origem. É um elemento transdisciplinar que considero que tem o poder para estar no centro das transformações do Brasil e do mundo. Meu objetivo é trabalhar no desenvolvimento de projetos no presente com foco no futuro. Alinhando transformação e inovação ao desenvolvimento humano, econômico, social e ambiental sustentável.” Anderson Falcão

O evento é gratuito, acontece na Rede+ Tancredo Neves, no Edifício Suarez Trade, nº 450, 11º andar.

Leia Mais
image-title

Após 6 anos, o Design Para Vida está de volta a Salvador. Com início no mês de julho, o Ciclo de Ideias Design Para Vida, organizado em parceria com a Rede+, acontece em seis edições no segundo semestre deste ano, sempre na última quinta-feira de cada mês, exceto em dezembro, quando será realizado na segunda semana. O calendário com as datas do Ciclo e convidados será divulgado em breve.

O Ciclo de Ideias Design Para Vida se propõe a refletir sobre potencial do design como um catalisador de mudanças, além de preparar para a Conferência Design Para Vida, Edição 2019, que irá reunir durante três dias, no Rio de Janeiro, vozes do design, pensadores, criativos, transformadores e visionários do Brasil e do mundo.

Os encontros para o Ciclo serão na unidade Rede+ Tancredo, com acesso livre, por meio de inscrições. Anote o endereço: Edifício Suarez Trade, 11º andar, Av. Tancredo Neves, 450, Caminho das Árvores.

Leia Mais
image-title

O fundador do DESIGN PARA VIDA, Anderson Falcão, participa da próxima edição da Feira Viva, evento que integra a programação da São Paulo Design Weekend 2017. A convite ADP – Associação dos Designers de Produto com apoio institucional do IED – Instituto Europeu de Design, um importante tema ambiental será debatido – “Madeira, o diamante de um futuro próximo”, com as participações do designer Hugo França, do botânico e paisagista Ricardo Cardim, do agricultor e especialista em manejo Patrick Assumpção, e Anderson Falcão, sob mediação de Natasha Schlobach. A mesa ocorre no dia 12 de agosto, sábado, às 15h30, durante a Feira Viva, no auditório do Parque da Água Branca.

Após o grande sucesso da primeira edição, realizada no Mube, a Feira Viva edição de Inverno apresenta alimentos com inspiração na história de ocupação do homem através dos tempos, em diversos territórios Brasil adentro, ligados ao nascimento da civilização com a descoberta do fogo, opondo o cru ao cozido.

Durante um dia inteiro, produtores rurais expõem seus produtos na feira livre aberta ao público. O consumidor tem a oportunidade de comprar direto do produtor e experimentar pratos da alta gastronomia preparados por chefs renomados, que também participam de painéis.

Feira Viva
www.feiraviva.com.br
Local: Parque da Água Branca, Avenida Francisco Matarazzo, 455
Data: de 12 de agosto, sábado
Horário: das 10h às 21h
Entrada livre

Fonte: ww.ied.edu.br

Leia Mais
image-title

Nesta quarta-feira, 05 de julho, o programa Roda Baiana, na Rádio Metrópole FM, Salvador, recebeu os Designers Anderson Falcão, fundador do Design para Vida, Nemo Sampaio e o arquiteto e designer Manuel Bandeira conversando sobre design, aspectos do oficio, papel social do designer e sobre o Design para Vida, num papo descontraído dirigido pelo radialista, produtor, diretor teatral baiano e diretor da Fundação Gregório de Matos Fernando Guerreiro.

Confira aqui o Programa na íntegra.

 

Leia Mais
image-title

Estão abertas até o dia 06 de agosto, as inscrições para o 31º Prêmio Design Museu da Casa Brasileira. Categorias: Construção, Eletroeletrônicos, Iluminação, Mobiliário, Têxteis, Transportes, Utensílios e Trabalhos escritos.

“O MCB, dedicado à preservação da memória da cultura material brasileira, introduziu de forma pioneira essa avaliação prospectiva com o Prêmio Design. A longevidade da premiação revela um importante histórico da produção de design no país, em busca de sua identidade, solidificando caminhos indicados e revelando novos atores”, diz Miriam Lerner, diretora geral do MCB.

Criado em 1986, o Prêmio Design MCB tem como principal objetivo valorizar a atuação dos profissionais do design junto à indústria brasileira, incorporando uma ampla gama de ações no campo de atuação do design.

Inscrições
O regulamento está disponível no site do MCB e as inscrições devem ser feitas a partir do dia 20 de junho, também pelo site. Cada participante pode concorrer em quantas categorias quiser, com diferentes trabalhos, e a autoria dos projetos pode ser individual ou em grupo. O valor da taxa de inscrição é R$ 85, com desconto de 50% para estudantes e de 20% para associados da ADP, Abedesign e Abimo e assinantes da Revista L+D.

Leia Mais
image-title

Amigos, estamos procurando mais mentores voluntários para colaborar com o Projeto Design para Vida. Como todos nós sabemos estamos passando por um processo de grandes e complexas transformações no mundo. No Brasil temos desafios ainda mais complexos e desafiadores. Mas nós acreditamos no poder do trabalho, do conhecimento, do engajamento colaborativo em favor de contribuir para condições melhores de vida para as pessoas. O Projeto Design para Vida tem como propósito a gestão e o desenvolvimento de pessoas para, através do design, gerar impacto social positivo. Diante disso, considerando o cenário atual, o projeto precisa de mais colaboradores voluntários para fazer essa corrente do bem cada dia maior.

O que é necessário para você ser um colaborador voluntário? Vontade e disponibilidade para colabora e co-criar! Além de colaborar para construir um novo cenário para o Brasil você ainda pode ser remunerado pelos resultados da sua colaboração.

Clique em FAÇA PARTE e se integre a Rede Design para Vida.

 

Leia Mais